[Date Prev][Date Next] [Thread Prev][Thread Next] [Date Index] [Thread Index]

Re: Restaura_Sistema



O problema disto seriam as dependências criadas! 

O /etc seria fácil de manter assim com o estado do Kernel, módulos.

Voltar os pacotes tbm êh um problema pois depende da versão do repositório. 

Seria legal bolar algo, mas temos que pensar nos pontos como citados acima.

Dane Brand

Em 22/03/2012, às 15:18, carne_de_passaro <carnedepassaro@gmail.com> escreveu:



Em 22 de março de 2012 14:47, Fernando Mercês <nandu88@gmail.com> escreveu:
André,

Eu não acho que essa solução deva depender de filesystem ou qualquer
outro driver de baixo nível, nem imagens de discos, dd etc.

Penso no seguinte:

- Criar ponto de restauração
Salvar estado do kernel em utilização, módulos, arquivos em /etc,
pacotes instalados etc).

- Restaurar
Voltar com os pacotes na versão do ponto de restauração, as
configurações em /etc, os módulos e o kernel anterior.

É basicamente isso que o Windows faz, com as diferenças do SO
(registro, por exemplo), claro.

Abraço.

Att,

Fernando Mercês
Linux Registered User #432779
www.mentebinaria.com.br
------------------------------------
"Ninguém pode ser escravo de sua identidade; quando surge uma
possibilidade de mudança é preciso mudar". (Elliot Gould)



2012/3/22 André Ribas <andreribas@gmail.com>:
> Estou acompanhando bem superficialmente esta thread e achei a questão
> interessante. Vou colocar aqui alguns pontos que pensei a respeito na
> esperança de que possam vir a ser úteis.
>
> * O conceito de imagens de discos para a restauração do sistema para
> um ponto anterior já é algo bem antigo e bastante batido. Existem
> diversos softwares que fazem isso e até mesmo o dd é capaz de prover
> tal funcionalidade.
>
> * Sendo assim, o que me atraiu foi uma possível camada de abstração do
> processo de restauração do sistema para um estado anterior em tempo de
> boot ou, em outras palavras, um menu durante o bootloader com a opção
> de iniciar o sistema em um estado anterior.
>
> * O problema que vejo na abordagem de se gerar uma imagem do disco,
> com o dd por exemplo, é que na hora de restaurar a imagem você levará
> algum tempo para isso. O ideal seria que o processo fosse transparente
> e que isso não representasse em um acréscimo substancial no tempo de
> boot do sistema.
>
> * Possíveis soluções, em meu ponto de vista, devem se basear em
> snapshots e não em imagens. Possíveis soluções podem ser obtidas com o
> lvm2 ou o tão aguardado novo sistema de arquivos BtrFS. Eu aposto mais
> na segunda opção por dois motivos.
>
> 1. A forma como o lvm2 lida com snapshots é um tanto quanto trabalhosa
> e uma camada de abstração sobre esse processo seria bastante complexa
> e sujeita à falhas. Você precisa criar um LV (logical Volume) para a
> snapshot que é onde os arquivos originais serão armazenados em caso de
> modificação, mantendo assim o LV originalcom as modificações e a nova
> LV com os arquivos originais. Quando você remove a LV da snapshot você
> fica com a LV original com os arquivos modificados. O objetivo desse
> sistema de snapshot não é necessariamente o de a própria snapshot ser
> um backup mas ela servir como um ponto solido para que o backup seja
> executado garantindo a integridade dos dados.
>
> 2. Apesar de eu não saber como as snapshots funcionarão no BtrFS eu
> tenho a esperança que ela se comporte mais como a Time Machine da
> Apple que permite que voltemos a um estado anterior no qual foi criado
> uma snapshot, e isso simplesmente passando um argumento para o FS para
> que ele utilize os arquivos de determinada snapshot. Dessa forma não
> teríamos que restaurar uma imagem e assim não demandaríamos tempo para
> este procedimento. Outra vantagem que vejo nessa abordagem é que assim
> poderíamos simplesmente passar um argumento para o próprio kernel para
> que voltassemos em uma snapshot e voilá.
>
> Enfim, não sou um kernel-hacker e não tenho todo o conhecimento para
> criar tal recurso mas não me parece ser assim tão impossível de ser
> criada uma solução elegante para essa necessidade. Apesar de eu não
> ter o interesse na utilização deste recurso em minha máquina, acredito
> que poderia vir a ser útil na máquina de clientes ou de pessoas que
> tenham a curiosidade de experimentar o Linux.
>
> Meu um centavo de contribuição. ;)
>
> Atenciosamente
> André Ribas
>
>
> --
> To UNSUBSCRIBE, email to debian-user-portuguese-REQUEST@lists.debian.org
> with a subject of "unsubscribe". Trouble? Contact listmaster@lists.debian.org
> Archive: CA+quJ9q45ZqvrZFYt0k5eDDEJ8yyn1GHTk0nA9pXixruyvBtpA@mail.gmail.com" target="_blank">http://lists.debian.org/CA+quJ9q45ZqvrZFYt0k5eDDEJ8yyn1GHTk0nA9pXixruyvBtpA@mail.gmail.com
>


--
To UNSUBSCRIBE, email to debian-user-portuguese-REQUEST@lists.debian.org
with a subject of "unsubscribe". Trouble? Contact listmaster@lists.debian.org
Archive: CAM7p17PEJxLDXYvizpyKK665Uik8Pf2cb-SpWL-z3AOYVqoWQw@mail.gmail.com" target="_blank">http://lists.debian.org/CAM7p17PEJxLDXYvizpyKK665Uik8Pf2cb-SpWL-z3AOYVqoWQw@mail.gmail.com


Essa comparação que vocês estão fazendo com o Windows, tem a ver com a opção "Última configuração válida"? Porque se tiver, ele não desinstala nenhum programa que você instalou e, por ventura, danificou o sistema operacional de alguma forma.


Reply to: