[Date Prev][Date Next] [Thread Prev][Thread Next] [Date Index] [Thread Index]

Re: Lançado o Debian 8 "Jessie"



Alguém mais usa MATE?

Numa instalação do zero do Jessie sumiram do menu de botão direito da
barra de menu o editor de menus, que no GNOME seria o alacarte. No MATE
era MATE-menu-qualquercoisa. Não consigo adicionar novos itens no menu.

Outra coisa que sumiu foi a applet de configuração de som. Não dá prá
colocar ela no painel porque ela simplesmente não está na lista de
applets. Como substituto estou usando o Volti e o Volti-Mixer. Ou isso
ou rodar alsamixer no console. Volti tem que ser iniciado junto com o
MATE.

Há poucos meses, antes do Jessie mudar para testing (acho que é isto),
ele possuía estas coisas que sumiram: editor de menu e controle de
volume. Pensei que demoraria um tempinho a mais para chegar a stable
por conta de um fiozinho solto aqui e ali.

Creio que estes não terão reparos. Alguma outra possibilidade de
reparar estes bugs?

Em Sun, 26 Apr 2015 02:15:22 -0300
Marcelo Santana <marcelo@msantana.eng.br> escreveu:

> ------------------------------------------------------------------------
> O Projeto Debian
> https://www.debian.org/ Lançado o Debian 8
> "Jessie"                             press@debian.org 25 de Abril de
> 2015            https://www.debian.org/News/2015/20150426
> ------------------------------------------------------------------------
> 
> Após quase 24 meses de constante desenvolvimento, o projeto Debian
> tem o orgulho de apresentar a sua nova versão estável 8 (codinome
> "Jessie") que será suportada durante os próximos 5 anos, graças ao
> trabalho combinado da equipe de Segurança do Debian [1] e da equipe
> de Suporte de Longo Prazo do Debian [2].
> 
>     1: http://security-team.debian.org/
>     2: https://wiki.debian.org/LTS
> 
> A "Jessie" vem com um novo sistema init padrão, o systemd. A suíte
> systemd fornece muitos recursos interessantes, tais como inicialização
> mais rápida, cgroups para serviços, a possibilidade de isolar parte
> dos serviços. O sistema init sysvinit já existente ainda está
> disponível na "Jessie".
> 
> O suporte à UEFI ("Unified Extensible Firmware Interface") introduzido
> na "Wheezy também foi bastante melhorado na Jessie. Isso inclui
> soluções alternativas para vários bugs conhecidos de firmware,
> suporte à UEFI em sistemas de 32 bits e suporte a kernels de 64 bits
> com firmware UEFI de 32 bits (com o último estando incluído apenas em
> nossa mídia de instalação "multi-arch" amd64/i386).
> 
> Desde o lançamento anterior, os membros do projeto Debian também
> fizeram melhorias importantes em nossos serviços de apoio. Uma delas
> é uma visão navegável de todo o código fonte entregue no Debian [3],
> atualmente disponível em sources.debian.net [4]. Claro, com mais de
> 20.000 pacotes fonte, pode ser bastante difícil de encontrar o
> arquivo certo. Por isso, nós também estamos muito satisfeitos em
> apresentar o Buscador de Código Debian [5], disponível em
> codesearch.debian.net [6].
> 
>     3: https://www.debian.org/News/weekly/2013/14/#sources
>     4: https://sources.debian.net
>     5: https://www.debian.org/News/weekly/2014/17/#DCS
>     6: https://codesearch.debian.net/
> 
> Esta versão inclui vários pacotes de software atualizados, tais como:
> 
>   * Apache 2.4.10
>   * Asterisk 11.13.1
>   * GIMP 2.8.14
>   * uma versão atualizada do ambiente de área de trabalho GNOME 3.14
>   * Coleção de Compiladores GNU 4.9.2
>   * Icedove 31.6.0 (uma versão sem marca do Mozilla Thunderbird)
>   * Iceweasel 31.6.0esr (uma versão sem marca do Mozilla Firefox)
>   * áreas de trabalho KDE Plasma e aplicativos KDE 4.11.13
>   * LibreOffice 4.3.3
>   * Linux 3.16.7-ctk9
>   * MariaDB 10.0.16 e MySQL 5.5.42
>   * Nagios 3.5.1
>   * OpenJDK 7u75
>   * Perl 5.20.2
>   * PHP 5.6.7
>   * PostgreSQL 9.4.1
>   * Python 2.7.9 e 3.4.2
>   * Samba 4.1.17
>   * Tomcat 7.0.56 e 8.0.14
>   * Xen Hypervisor 4.4.1
>   * o ambiente de área de trabalho Xfce 4.10
>   * mais de 43.000 outros pacotes de software prontos para uso,
>     construídos a partir de cerca de 20.100 pacotes fonte.
> 
> Com esta ampla seleção de pacotes e seu tradicional amplo suporte de
> arquiteturas, o Debian mais uma vez se mantém fiel ao seu objetivo de
> ser o sistema operacional universal. Ele é apropriado para muitos
> casos diferentes de uso: de sistemas desktop a netbooks; de
> servidores de desenvolvimento a sistemas de cluster; e para
> servidores de bancos de dados, web ou armazenamento. Ao mesmo tempo,
> esforços adicionais para garantia de qualidade, como instalação
> automática e testes de atualização para todos os pacotes do
> repositório do Debian asseguram que a "Jessie" satisfaz as altas
> expectativas que os usuários têm de uma versão estável do Debian.
> 
> Um total de dez arquiteturas é suportado: PC 32 bits / Intel IA-32
> (i386), PC 64 bits / Intel EM64T / x86-64 (amd64), Motorola/IBM
> PowerPC (powerpc para hardware mais antigo e ppc64el para o novo de
> 64 bits (little-endian)), MIPS (mips (big-endian) e mipsel
> (little-endian)), IBM S/390 (s390x 64 bits) e para ARM, armel e armhf
> para hardware antigo e novo de 32 bits, além do arm64 para a nova
> arquitetura "AArch64" de 64 bits.
> 
> 
> Quer testá-lo?
> --------------
> 
> Caso você queira simplesmente testar o Debian 8 "Jessie" sem ter que
> instalá-lo, você pode usar uma imagem especial, conhecida como uma
> imagem "live", disponível para CDs, pendrives USB e configurações com
> inicialização via rede. Inicialmente, essas imagens são fornecidas
> apenas para as arquiteturas amd64 e i386. É possível também utilizar
> essas imagens "live" para instalar o Debian. Mais informações estão
> disponíveis na página inicial do Debian Live [7].
> 
>     7: http://live.debian.net/
> 
> Caso, ao invés disso, você queira instalá-lo no armazenamento
> permanente do seu computador, você pode escolher entre uma variedade
> de mídias de instalação, tais como discos Blu-ray, DVDs, CDs, e
> pendrives USB, ou através da rede. Diversos ambientes de área de
> trabalho — GNOME, área de trabalho KDE Plasma e seus aplicativos,
> Xfce, e LXDE — podem ser instalados através das imagens de CD; o
> ambiente desejado pode ser escolhido a partir do menu de
> inicialização dos CDs/DVDs. Além disso, CDs e DVDs multiarquitetura
> estão disponíveis, os quais suportam instalação de múltiplas
> arquiteturas a partir de um único disco. Ou você sempre pode criar
> uma mídia de instalação USB inicializável (veja o Guia de
> Instalação [8] para mais detalhes). Para usuários de nuvem o Debian
> também oferece imagens OpenStack pré-construídas [9], prontas para
> uso.
> 
>     8: https://www.debian.org/releases/jessie/installmanual
>     9: http://cdimage.debian.org/cdimage/openstack/current/
> 
> As imagens de instalação podem ser baixadas agora mesmo via
> bittorrent [10] (o método recomendado), jigdo [11] ou HTTP [12]; veja
> Debian em CDs [13] para informações adicionais. A Jessie em breve
> estará disponível em mídias físicas de DVD, CD-ROM e discos Blu-ray a
> partir de vários fornecedores [14], também.
> 
>    10: https://www.debian.org/CD/torrent-cd/
>    11: https://www.debian.org/CD/jigdo-cd/#which
>    12: https://www.debian.org/CD/http-ftp/
>    13: https://www.debian.org/CD/
>    14: https://www.debian.org/CD/vendors
> 
> 
> Atualizando o Debian
> --------------------
> 
> As atualizações para o Debian 8 a partir da versão anterior, Debian 7
> (codinome "Wheezy"), são tratadas automaticamente pela ferramenta de
> gerenciamento de pacotes apt-get na maiorias das configurações. Como
> sempre, os sistemas Debian podem ser atualizados de forma indolor, no
> local, sem qualquer indisponibilidade forçada, mas é fortemente
> recomendado ler as notas de lançamento [15], assim como o guia de
> instalação [16] para possíveis problemas, e para instruções detalhadas
> de como instalar e atualizar. As notas de lançamento serão melhoradas
> e traduzidas para outros idiomas nas semanas após o lançamento.
> 
>    15: https://www.debian.org/releases/jessie/releasenotes
>    16: https://www.debian.org/releases/jessie/installmanual
> 
> 
> Sobre o Debian
> --------------
> 
> O Debian é um sistema operacional livre, desenvolvido por milhares de
> voluntários ao redor do mundo que colaboram através da Internet. O
> pontos chave do projeto Debian são a sua base de voluntários, a sua
> dedicação ao Contrato Social do Debian e ao Software Livre, e o seu
> compromisso de fornecer o melhor sistema operacional possível. O
> Debian 8 é outro passo importante nessa direção.
> 
> 
> Informações de contato
> ----------------------
> 
> Para mais informações, por favor, visite as páginas web do Debian em
> https://www.debian.org/ ou envie um e-mail (em inglês) para
> <press@debian.org>.


Reply to: