[Date Prev][Date Next] [Thread Prev][Thread Next] [Date Index] [Thread Index]

RE: off-topic importantíssimo [Fwd: "Manifesto Antigerundista"]



Macan, considero que você esteja passando dos limites ao ficar repassando essas
mensagens para a lista. Como se sabe, 'correntes' desse tipo estão constituindo
uma das maiores pragas da internet, o que está obrigando grande parte dos
usuários, que está amaldiçoando cada vez mais os spammers, a estar deletando
diariamente centenas de mensagens idênticas que estão chegando. Portanto,
estamos suplicando que pare com tais atitudes que só estão prejudicando mais e
mais a navegação de todos.

Do contrário, estarei denunciando você ao postmaster.

Agradecendo,
Carlos

On 28-Mar-2001 Eduardo Marcel Macan wrote:
> "Este artigo foi feito especialmente para que você possa estar recortando,
> estar imprimindo e estar fazendo diversas cópias, para estar deixando
> discretamente sobre a mesa de alguém que não consiga estar falando sem estar
> espalhando essa praga terrível da comunicação moderna, o gerundismo. 
> 
> Você pode também estar passando por fax, estar mandando pelo correio ou estar
> enviando pela Internet. O importante é estar garantindo que a pessoa em
> questão vá estar recebendo esta mensagem, de modo que ela possa estar lendo
> e, quem sabe, consiga até mesmo estar se dando conta da maneira como tudo o
> que ela costuma estar falando deve estar soando nos ouvidos de quem precisa
> estar escutando. 
> 
> Sinta-se livre para estar fazendo tantas cópias quantas você vá estar achando
> necessárias, de modo a estar atingindo o maior número de pessoas infectadas
> por esta epidemia de transmissão oral. 
> 
> Mais do que estar repreendendo ou estar caçoando, o objetivo deste movimento
> é estar fazendo com que esteja caindo a ficha das pessoas que costumam estar
> falando desse jeito sem estar percebendo. 
> 
> Nós temos que estar nos unindo para estar mostrando a nossos interlocutores
> que, sim!, pode estar existindo uma maneira de estar aprendendo a estar
> parando de estar falando desse jeito. 
> 
> Até porque, caso contrário, todos nós vamos estar sendo obrigados a estar
> emigrando para algum lugar onde não vão estar nos obrigando a estar ouvindo
> frases assim o dia inteirinho. 
> 
> Sinceramente: nossa paciência está estando a ponto de estar estourando. O
> próximo 'Eu vou estar transferindo a sua ligação' que eu vá estar ouvindo
> pode estar provocando alguma reação violenta da minha parte. Eu não vou estar
> me responsabilizando pelos meus atos. 
> 
> As pessoas precisam estar entendendo a maneira como esse vício maldito
> conseguiu estar entrando na linguagem do dia-a-dia. 
> 
> Tudo começou a estar acontecendo quando alguém precisou estar traduzindo
> manuais de atendimento por telemarketing. Daí a estar pensando que 'We'll be
> sending it tomorrow' possa estar tendo o mesmo significado que 'Nós vamos
> estar mandando isso amanhã' acabou por estar sendo só um passo. 
> 
> Pouco a pouco a coisa deixou de estar acontecendo apenas no âmbito dos
> atendentes de telemarketing para estar ganhando os escritórios. Todo mundo
> passou a estar marcando reuniões, a estar considerando pedidos e a estar
> retornando ligações. 
> 
> A gravidade da situação só começou a estar se evidenciando quando o diálogo
> mais coloquial demonstrou estar sendo invadido inapelavelmente pelo
> gerundismo. 
> 
> A primeira pessoa que inventou de estar falando 'Eu vou tá pensando no seu
> caso' sem querer acabou por estar escancarando uma porta para essa
> infelicidade lingüística estar se instalando nas ruas e estar entrando em
> nossas vidas. 
> 
> Você certamente já deve ter estado estando a estar ouvindo coisas como 'O que
> cê vai tá fazendo domingo?', ou 'Quando que cê vai tá viajando pra praia?',
> ou 'Me espera, que eu vou tá te ligando assim que eu chegar em casa'. 
> 
> Deus. O que a gente pode tá fazendo pra que as pessoas tejam entendendo o que
> esse negócio pode tá provocando no cérebro das novas gerações? 
> 
> A única solução vai estar sendo submeter o gerundismo à mesma campanha de
> desmoralização à qual precisaram estar sendo expostos seus coleguinhas
> contagiosos, como o 'a nível de', o 'enquanto', o 'pra se ter uma idéia' e
> outros menos votados. 
> 
> A nível de linguagem, enquanto pessoa, o que você acha de tá insistindo em tá
> falando desse jeito?"  
> 
> ----- End forwarded message -----
> 
> -- 
> Eduardo M. Maçan                                macan (at) colband.com.br
> "The buttons I press don't even exist"          macan (at) debian.org
> 
> 
> --  
> To UNSUBSCRIBE, email to debian-user-portuguese-request@lists.debian.org
> with a subject of "unsubscribe". Trouble? Contact listmaster@lists.debian.org

-- 
Carlos Laviola - ICQ 55799523
pub  1024D/3516D372 2000-06-05 Carlos Laviola <claviola@ajato.com.br>
     Key fingerprint = 3BE1 6591 C78C 2AA4 31DD  AEEF 6406 0227 3516 D372
                                 I have a solar vocal ail!

Attachment: pgpAcx1q9i00r.pgp
Description: PGP signature


Reply to: